3 de mar de 2014

Manual do Jovem Orientista - Dica nr 32

Dica no 32: Registre as competições e treinamentos realizados. 


O principal troféu do orientista é o mapa de cada prova. Além de traçarmos nosso itinerário, é interessante guardarmos em pastas, anotando a data, tempo realizado e o tempo do vencedor. Tenho muitos mapas com o itinerário marcado, mas não separei em pastas e agora tenho uma caixa grande cheia de mapas, muitos sem as informações básicas de realização. Tenho em minha memória várias informações sobre aqueles percursos, mas ficaria muito melhor se tivesse organizado desde o início. Vários colegas têm feito pastas para guardar desde os primeiros mapas, e assim ficam muito bem organizados e disponíveis com maior facilidade de consulta. 

Além da organização dos mapas é interessante anotarmos numa planilha as competições e treinamentos realizados, colocando os dados de local, tipo de percurso, quantidade de pontos, distância, tempo realizado e colocação. Eu fazia isto quando anotava meus dados de treinamento em diário. Os diários são interessantes para ver o resultado do treinamento progressivo. Parei de anotar no início da década de 90, depois de ter realizado mais de 300 percursos. É bem provável que tenha atingido a marca de 1.000 percursos realizados, contando os treinamentos, mas não sei quando isso ocorreu. 

É interessante registrarmos também os resultados de outros tipos de competições, como de corrida de rua ou em pista de atletismo. Os registros dos tempos em corridas com distância aferida são importantes para avaliarmos o desenvolvimento ao longo de cada temporada e de uma temporada para outra.
Uma alternativa é guardar as informações num computador, gravando em mídia após certo tempo. Podemos usar os recursos de arquivamento no computador, digitalizando os mapas com as rotas traçadas e anotando os resultados em tabelas, além de incluir as fotos de cada evento.

Ir ao ÍNDICE

Nenhum comentário:

Postar um comentário