29 de set de 2011

Veja no ORIENTOVAR - Orientação de Precisão

ORIENTAÇÃO DE PRECISÃO NO BRASIL:

PASSO A PASSO SE FAZ O CAMINHO!




Disputou-se no passado dia 4 de Setembro a 3ª Etapa do XVIII COERJ – Campeonato de Orientação do Estado do Rio de Janeiro. Mas não é para falarmos da competição no seu todo que abrimos uma vez mais espaço à Orientação brasileira. Antes, debruçamo-nos sobre uma modalidade que nos é particularmente querida: a Orientação de Precisão.

24 de set de 2011

Manual do Jovem Orientista - Dica nr 10

Dica no 10: Aprenda através dos estágios necessários para adquirir novos hábitos ou habilidades.


O aprendizado da orientação passa por estágios diferentes, dependendo do enfoque que utilizamos. Uma boa comparação para o aprendizado está na incorporação de hábitos, através da prática do esporte. Os hábitos passam por quatro estágios antes de serem incorporados a nosso comportamento. Esses estágios são citados no livro “O Monge e o Executivo”, de James C. Hunter, e aplicam-se a qualquer área de conhecimento. Aqui estão adaptados para a orientação:


Estágio 1: Inconsciente e sem habilidade. Este é o estágio de todos que começam em qualquer esporte, onde ainda conhecem pouco a respeito da modalidade e de suas potencialidades pessoais, portanto sem interesse em praticar aquela atividade. Muitas pessoas, por desconhecimento, não têm noção dos benefícios ou do prazer que a prática esportiva pode trazer. É importante que os organizadores de eventos prestem atenção aos iniciantes, permitindo estímulos positivos para que estes tenham interesse em prosseguir aprendendo orientação.


Estágio 2: Consciente e sem habilidade. É o estágio onde nos interessamos pela prática da orientação e iniciamos nosso aprendizado. Temos a vontade, mas ainda temos pouco contato com as técnicas básicas ou pouca prática. Nossas primeiras experiências aumentam nosso interesse, mas ainda não dominamos as técnicas para o sucesso completo, cometendo erros grosseiros, às vezes por falta de conhecimento, mas principalmente por falta de atenção ao mapa. Aqui entra o trabalho dos clubes de orientação, ensinando as técnicas básicas em seus treinamentos, além de levar os participantes até as competições.


Estágio 3: Consciente e habilidoso. É o estágio onde nos tornamos experientes, após aprendermos todas as técnicas básicas e vivenciarmos uma boa variedade de competições em locais diferentes. É quando aproveitamos bem o aprendizado, com êxito completo, na maioria das vezes. Completamos todos os percursos, fazendo uso das técnicas e cometendo poucos erros, com uma boa concentração durante a navegação; o uso das técnicas passa a ser uma habilidade ou hábito. Neste nível participam aqueles que gostam de competir, participando de categorias mais difíceis conforme o tempo de treinamento.


Estágio 4: Inconsciente e habilidoso. É o estágio mais avançado, para aqueles que descobrem que a orientação é seu melhor esporte. Quando a prática é mais constante, não demoramos quase nada para tomar decisão, em qualquer parte do percurso. As ações são automatizadas, sendo quase inconscientes. Somos envolvidos pelo mapa e passeamos por uma área desconhecida como se estivéssemos num local familiar. Corremos em terreno irregular com a mesma facilidade que temos em terreno plano, sem nos preocuparmos onde pisamos, visando apenas os pontos de referência que vemos no mapa. É o estágio dos atletas da Elite, daqueles que treinam e competem com frequência maior, mas que pode ser experimentado algumas vezes por outros atletas experientes que treinam com mais constância.


Lembro-me quando fui fazer uma arbitragem na EEAr e conheci Cesar Augusto Fioravanti (campeão brasileiro – CAMBOR 2004), quando ele ganhou uma corrida rústica de 8km entre os alunos. Eu e meu amigo Neir Braga conversamos com ele sobre a possibilidade de experimentar a orientação na cidade de Santa Maria-RS, sua cidade natal e onde iria trabalhar em seguida. Ele estava no primeiro estágio, mas eu via nele um bom potencial para a orientação, pois tinha um perfil diferente dos corredores de rua comuns e gostaria que ele tivesse a oportunidade de experimentar a orientação.


Demorou cerca de dois anos para que Fioravanti viesse a uma convocação nossa, devido a problemas diversos. Depois de minha insistência, em 1999 ele participou de uma seletiva para novatos e foi o principal destaque. Por causa de contensão de despesas, não tivemos mais treinamentos naquele ano e ele foi direto ao campeonato sem o treinamento adequado. Logo no primeiro percurso do CAMORFA ele foi um dos últimos, chegou andando; eu que parti entre os últimos passei por ele no final, mas ele ficou animado ao assistir aquela competição, vendo o clima do evento, o esforço de todos os participantes. Naquele percurso eu havia perdido tempo num ponto e perto do final ainda pisei num buraco e bati o joelho numa pedra. Depois da chegada fiquei mancando e coloquei gelo sobre o local da pancada para diminuir o hematoma. Fiquei preocupado com a desvantagem de cinco minutos para o vencedor do primeiro percurso, mas no dia seguinte fiz um ótimo percurso, zerei a pista, tirei a diferença e ganhei aquele campeonato. Todos de nossa equipe festejaram muito, como é comum acontecer após bons resultados. Com a participação naquele evento, Fioravanti logo passou para o segundo estágio, ficou realmente interessado em praticar orientação e passou a treinar com José Otávio Franco Dornelles, e logo passou a competir melhor no Campeonato Gaúcho e no Campeonato Brasileiro. Dois anos depois ele estava no terceiro estágio, e no CAMORFA de 2001 foi o 7o colocado, conseguindo vaga para o Campeonato Mundial em Portugal. Nos anos seguintes pode-se dizer que passou para o 4o estágio, quando começou a vencer percursos com certa frequência, quando começou a vencer alguns percursos, aparecendo com frequência entre os primeiros, demonstrando que fazer um percurso com poucos erros era algo relativamente simples.


Exemplos semelhantes aconteceram com outros orientistas de destaque, e servem de estímulo para os novatos que ainda estão nos estágios iniciais. O esporte que praticamos deve tornar-se um hábito para nós, onde sua prática deixa de ter desconfortos e sofrimento, incorporando-se à lista de atividades que desempenhamos com facilidade e prazer. É claro que excelentes performances exigem muito esforço físico, mas o desempenho técnico depende mais da prática constante.


O treinamento constante também favorece a automatização dos movimentos, melhorando a mecânica da corrida e facilitando o deslocamento em terreno acidentado. As técnicas treinadas passam a ser mais facilmente aplicadas pela repetição dos treinamentos. Pelo treinamento contínuo é que atingimos o quarto estágio, realizando os percursos com habilidade e aplicando diversas técnicas de forma quase inconsciente, fazendo navegações complexas com grande facilidade.

Ir ao ÍNDICE

18 de set de 2011

Informativo 29 da CBO‏

3ª Etapa Campeonato Brasileiro de Orientação 2011
Conheça mais sobre Caldas Novas a sede da 3ª Etapa do CamBOr 2011. Boletins e maiores informações em www.cbo.org.br (Competições), www.cosec-org.com.br, www.coeripameri.org e www.cotrim.org.br
00:04:41
Adicionado em 14/05/2011
603 exibições
CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ORIENTAÇÃO

Santa Maria – RS, 16 de setembro de 2011.

Informativo CBO Nº 29/2011

a. Filiação de Clube na CBO

A Diretoria Executiva da CBO aprovou em 5 de setembro de 2011 a filiação da seguinte entidade à Confederação Brasileira de Orientação: 108. CLUBE NEBLINA – CLUBE NEBLINA DE ORIENTAÇÃO E ESPORTES NA NATUREZA, associação recreativa, esportiva, educativa e de lazer, com personalidade jurídica própria, de direito privado, sem fins lucrativos, com sede na Rua Caetano de Figueiredo, 1222, Cristo Redentor, João Pessoa - PB, CEP 58070-520, fundada em 9 de julho de 2011 e inscrita no CNPJ 14.239.901/0001-45, com seu Estatuto Social arquivado no Cartório de Registro Civil das Pessoa Jurídicas, Toscano de Brito, de João Pessoa - PB, sob o nº. 589232 do Livro A 401, com data de 25 de agosto de 2011.

b. Medalha Pedro Carneiro Pereira

Ø No dia 15 de setembro de 2011 o atleta de Orientação LEANDRO PEREIRA PASTURIZA – Reg CBO 1414 foi agraciado com a medalha Pedro Carneiro Pereira;

Ø Esta distinção honrosa foi entregue ao nosso atleta pelo vice-governador Beto Grill e pelo Secretário Estadual do Esporte e do Lazer Kalil Sehbe, juntamente com mais sete atletas destaques do Rio Grande do Sul no ano de 2010.

Ø Para a grande família orientística é uma honra ser destaque pelo Conselho Regional do Desporto e Governo do estado do Rio Grande do Sul.

c. III Etapa CamBOr 2011

Ø Dia 4 de outubro é o último dia para inscrição na III Etapa do XIII CamBOr;

Ø Verifique o seu nome, número, categoria e SICard no site da CBO;

Ø O Boletim e demais informações estão no site da CBO www.cbo.org.br em “Competições”. http://www.youtube.com/watch?v=MJFTezgvWF8

d. Campeonato Sul-Americano de Orientação - WRE

Ø O Campeonato Sul-Americano de Orientação se realizará no período de 8 a 11 de dezembro de 2011 na cidade de Santana do Livramento – RS.

Ø Em breve informações sobre o evento no site da CBO www.cbo.org.br em “Competições – Campeonato Sul-Americano;

e. Transporte para a III Etapa CamBOr 2011

Ø A CBO fretou um ônibus de 42 lugares que sairá de Santa Maria – RS para a III Etapa do CamBOr;

Ø Valor: R$235,00, podendo ser parcelado da seguinte forma: 80,00 + 80,00 + 75,00.

Ø Atletas interessados deverão entrar em contato com a CBO por meio do e-mail assistentecbo@uol.com.br ou 55 3212 3348;

f. Transporte de Brasília para Caldas Novas - III Etapa CamBOr

Ø Atletas interessados em transporte de Brasília para Caldas Novas deverão entrar em contato com Gelson Luis Togni: E-mailgelsonluistogni@ibest.com.br, Fone (61) 3037 1160 ou (61) 8420 1163;

Ø Saída de aeroporto: Dia 21/10/2011 às 06:30 da manhã.

g. Quadro de Mapeadores

Ø A PNDO da CBO possibilitou a capacitação do quadro de mapeadores dessa Confederação e a produção de muitos mapas no Brasil;

Ø Destacamos a importância do registro dos mapas na CBO para preservar a autoria da obra e a valorização da instituição;

Ø Os mapas para registro devem ser encaminhados para a CBO em “ocd”;

Ø Após o parecer do conselho de mapeadores o mapa será registrado.

h. CamBOr 2012

Ø I Etapa CamBOr 2012 – Guaraniaçu - PR no período de 30 de março a 1º de abril de 2012.

Ø II Etapa CamBOr 2012 – Goiânia – GO no período de 8 a 10 de junho de 2012.

Ø III Etapa CamBOr 2012 – Santa Rosa – RS no período de 12 a 14 de outubro de 2012.

i. CBUO e CBEO 2012

Ø Divinópolis – MG, no período de 13 a 16 de setembro de 2012.

j. Calendário 2013

Ø 5 Dias de Orientação do Brasil - 28 de janeiro a 3 de fevereiro de 2013;

Ø Campeonato Brasileiro de Orientação Sprint – Curitiba – PR, de 22 a 24 de março de 2013;

Ø I Etapa CamBOr 2013 – Brasília - DF no período de 19 a 21 de abril de 2013;

Ø II Etapa CamBOr 2013 – de 7 a 9 de junho de 2013;

Ø Campeonato Brasileiro de Estudantil e Universitário de Orientação - de 13 a 15 de setembro de 2013;

Ø III Etapa CamBOr 2013 – de 11 a 13 de outubro de 2013.

Ø Campeonato Sul-Americano de Orientação - de 14 a 17 de novembro de 2013.

k. Estaduais

Data

Evento

E-mail e Inscrição

9/10/2011

V Etapa do XVIII Circuito Paranaense de Orientação - Matelândia – PR

Até 4 deOutubro

secretaria.cobra@gmail.com

l. I O´Meeting Internacional Maldonado e VII COPA Mercosur

Ø A realizar-se nas cidades de Maldonado e Punta Del Leste, entre 31 de outubro e 6 de novembro de 2011;

Ø Informações e inscrições: Federación Uruguaya de Orientación: feduru.orientacion@gmail.com - Site: www.orientacion-uruguay.com

m. Serviço de Contabilidade

Ø O escritório de contabilidade que presta serviço para a CBO pode colocar em dia a documentação dos clubes por um taxa mensal de R$50,00;

Ø Os interessados devem entrar em contato com o diretor contábil da CBO.

n. Serviço de captação de recursos

Ø Com a finalidade de profissionalizar a captação de recurso para manter o esporte a CBO contratou uma empresa especializada neste serviço;

Ø As entidades filiadas que estão em dia com as obrigações sociais serão cadastrados no SICONV e Lei de incentivo pela CBO, assim como os projetos para captação de recursos;

Ø Os interessados devem entrar em contato com o diretor contábil da CBO

o. Uniforme da CBO

Ø Camiseta branca – R$ 20,00;

Ø Camisa pólo azul – R$ 30,00

p. Livros

Ø O percurso de Orientação – R$ 12,00, incluindo a taxa de postagem;

Ø Cartela dos símbolos da ISOM – R$ 1,00, mais a taxa de postagem.

q. Visibilidade do esporte

Ø Devido à grande divulgação do Esporte Orientação nos sites de relacionamento chamamos a atenção dos organizadores para a Convenção de Leibnitz, inclusive para os eventos municipais.

r. Interdição de Área

Ø Tendo em vista a realização da VII Etapa do Campeonato Gaúcho de Orientação de 2012, a região norte do mapa da FEPAGRO, Boca do Monte, Santa Maria – RS está interditada para qualquer atividade de orientação a partir de 3 de junho de 2011.

s. FAMO

Ø A conta para depósito da contribuição voluntária para o Fundo de Apoio ao Menor Orientista é: Poupança 9559-1, AG 0126-0 do BB, Var 091;

Ø O saldo da conta do FAMO em 16/09/2011 é R$ 1.951,50;

Ø Número de atletas apoiados: 10

Ø Valor utilizado: R$ 770,00.

t. Cursos

Ø Informamos a agenda de cursos da CBO:

Curso

Data

Local

Instrutor

Mapeador N1c/GPS

19 a 22/09/2011

Campo Grande - MS

João Carlos

Inscrições: j.c.navegador@uol.com.br

Mapeador N1

29/09 a 2/10/11

Bagé - RS

Gerson Salinas

Inscrições: gerson.salinas@ibest.com.br

Mapeador N2

30/9 a 2/10/2011

Santa Maria - RS

José Otavio

Inscrições: cbo_bra@uol.com.br

Mapeador N1

6 a 9/10/2011

Porto União - SC

José Otavio

Inscrições: cbo_bra@uol.com.br

Formação de Técnico

13 a 16/10/2011

Bagé - RS

José Otavio

Inscrições: cbo_bra@uol.com.br

Mapeador N1

24 a 27/11/2011

Parintins - AM

José Otavio

Inscrições: cbo_bra@uol.com.br

u. Agenda do Presidente da CBO

11/10/2011

Palestra para o Curso de Educação Física da UPF

Um abraço,

JOSÉ OTAVIO
CREF2/RS 3700
Presidente da CB®
cbo_bra@uol.com.br
www.cbo.org.br
www.orientacionsudamericana.org
(55) 3212 3348 ou (55) 9971 1247
MSN:
otaviodornelles@hotmail.com
Twitter: http://twitter.com/JoseOtavio1
Orientação: um esporte para estudantes
FAMO: O nosso fundo de apoio