20 de mai de 2012

Campeonato Europeu de Orientação 2012


Na final de distância longa o norugues Olav Lundanes e a suíça Simone Niggli voltaram a ser os campeões nesta edição do Campeonato Europeu de Orientação. Na disputa masculina O russo Leonid Novikov foi o primeiro a estabelecer um bom tempo, abaixo de 1h30', mas Olav Lundanes fez ótimas parciais e fez o tempo vencedor de 1h27'43", no percurso de 15,4km. O suíço Matthias Merz passou a última parcial no mesmo tempo de Novikov, e fez mais forte a parte final, ganhando a prata com 25" à frente do russo, 1'05"depois do noruegues.



Na final feminina Simone Niggle manteve sua invencibilidade, fazendo 1h01'34" no percurso de 9,7km. A disputa da prata ficou entre a russa Tatiana Ryabkina e a finlandesa Minna Kauppi. Tatiana teve o incentivo de Simone Niggli, que passou por ela no percurso, chegando 1 minuto depois, com 4' no total depois da vencedora. Minna chegou 34" depois de Tatiana, levando o bronze.



Na final de Sprint, em uma área urbana típica do interior da Suécia, o suíço Daniel Hubmann foi o primeiro a liderar a disputa masculina, chegando em 15'27". Mas as surpresas ficam reservadas para o final. O búlgaro Kiril Nikolov, que tinha feito uma ótima qualificação, bateu o tempo do suíço por apenas 2".
O sueco Jonas Leandersson passou em parciais próximas a Hubmann no início, passou à frente no ponto de espectadores na arena e fechou com o apoio da torcida em 15'20", levando o ouro. No final o Sueco Jerker Lysel ainda empatou com Hubmann, compartilhando o bronze.


Na final feminina de Sprint a definição era esperada para as últimas a partirem. A norueguesa Anne Margrethe Nordberg foi a primeira na casa dos 15', mas a sueca Lenna Eliasson começou a fazer parciais melhores, chegando com 15'30". A suíça Simone Niggli fez o esperado, baixando todas as parciais e levando o ouro com 14'58". O bronze ficou com Maja Møller Alm, da Dinamarca, depois que Anne Margrethe foi desclassificada por cruzar uma cerca que estava marcada no mapa como intransponível, outra equipe entrou com protesto e o jury desclassificou a atleta.

No revezamento masculino a disputa foi bem apertada na ultima perna, até o final, mas a equipe 2 da Suíça, com Martin Hubmann, Matthias Müller e Matthias Kyburz fechando, foi vencedora, com Kyburz encendo o sueco Holmberg nos últimos pontos. A prata ficou com a equipe 2 da Suécia (Jonas Leandersson, Fredrik Johansson e Anders Holmberg) por 3". 12"depois, os campeões mundiais da França, mesmo sem Thierry Gueorgiou, conseguiram o bronze, com Frédéric Tranchand, Philippe Adamski e Francois Gonon. Gonon venceu o campeão individual deste EOC Olav Lundanes, da Noruega, por 4". 


Mas para a equipe suíça não foi só alegria hoje, mas lágrimas para o 4-vezes campeão mundial Daniel Hubmann, que rompeu seu tendão de Aquiles nos últimos metros do revezamento, e esta temporada acabou para ele. 



No femino a estreante Judith Wyder cometeu um grande erro na última pernada, caindo primeira para sétima colocada. A estratégia da equipe da Suíça em colocar Simone Niggli na segunda perna não funcionou, principalmente com Minna Kauppi e Tatiana Ryabkina fechando para suas equipes. Depois do erro de Judith, foi embora a vantagem de 2' que Simone havia colocado sobre as demais. 

(Photo: Jan Kocbach)
A disputa do revezamento feminino ficou entre Finlândia e Russia, com Suécia e Dinamarca lutando pelo bronze. No final Tatiana mostrou que estava melhor, tomou a frente e venceu Minna Kauppi, levando a primeira medalha de ouro da  Rússia no revezamento feminino do EOC. Depois de um erro da dinamarquesa, Tove Alexandersson abriu vantagem e levou o bronze para a Suécia.


Resultados e mais informações na página do evento. 

Fotos 

Photo gallery (by Jonas Birgerson)

Photo gallery (by Anders Öberg)


Nota do blogue ORIENTOVAR:
1. Daniel Hubmann, atual nº 2 do ranking mundial, vai falhar os Campeonatos do Mundo de Orientação WOC 2012 que terão lugar em Lausanne (Suiça), de 14 a 21 de Julho próximos. O atleta fez uma rotura do Tendão de Aquiles na prova de Estafeta que encerrou os Campeonatos da Europa de Orientação EOC 2012, tendo sido submetido ontem a uma intervenção cirúrgica. A paragem prevista pelos médicos que operaram o atleta estima-se em oito meses. Líder do Ranking Mundial por duas vezes – a última das quais entre 30 de Agosto de 2008 e 19 de Setembro de 2010 -, vencedor da Taça do Mundo por quatro vezes, Campeão Mundial de Distância Longa em 2008 e 2009 e Campeão Mundial de Sprint em 2011, Hubmann vê, aos 29 anos de idade, desvanecer-se a grande possibilidade de repetir um feito maior na Orientação no seu próprio país. Ao atleta o Orientovar deseja rápidas melhoras e o regresso em breve aos grandes palcos da modalidade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário