3 de set de 2011

Manual do Jovem Orientista - Dica nr 9

Dica no 9: A natureza é nosso campo de jogo, respeite-a.

É um privilégio muito grande ter a natureza como local de prática esportiva, pois podemos conhecer lugares belíssimos no mundo todo. Este contato com a natureza nos ensina que temos que preservar o ambiente natural, e também respeitar alguns perigos que certos locais apresentam. Aprendemos a respeitar os animais em seu ambiente natural, procurando não invadir o espaço deles, respeitando aqueles que encontramos nas áreas de prática da orientação.
Quanto a deixar lixo na natureza, nem precisaria falar: sempre procuramos deixar o local da maneira que o encontramos ou mais limpo. O aprendizado ecológico está sempre presente na orientação, temos o privilégio do contato com a natureza, mas temos responsabilidades também. Não é raro também termos a oportunidade de reclamar quando vemos áreas naturais sendo degradadas ou exploradas irregularmente. Torna-se um dever reclamar não apenas pela possibilidade de perdemos um local de prática de esporte, mas pela própria consciência de preservação ecológica que aprendemos.
Quando utilizamos áreas particulares devemos sempre fazer contato com os proprietários para pedir autorização, e também avisar os moradores quando houver eventos na região. É importante verificarmos com os proprietários as áreas sensíveis em relação à criação de animais e plantações. Os traçadores de percurso devem levar em conta ainda as áreas sensíveis de fauna e flora natural, ajustando as rotas onde os orientistas vão passar.
A Confederação Brasileira de Orientação, reconhecendo a importância de manter a preservação da natureza e a prática da orientação, adotou os seguintes princípios:
1. Estar atento da necessidade de preservar o meio ambiente saudável e integrar este princípio na conduta fundamental da orientação.
2. Assegurar que as regras da competição e da organização de eventos estejam bem conscientes do princípio de respeito para com o meio ambiente e para com a proteção da flora e fauna.
3. Cooperar com os proprietários, autoridades governamentais e organizações ambientais de forma a definir a melhor prática.
4. Fazer observar os regulamentos locais para proteção ambiental, manter a natureza livre do lixo produzido na competição de orientação e tomar medidas formais para evitar a poluição.
5. Incluir a Educação Ambiental na iniciação desportiva e treinamento de atletas e funcionários.
6. Exaltar a consciência ecológica e os problemas ambientais mundiais, de forma que as entidades de prática possam adotar princípios para salvaguardar a prática da orientação.
7. As entidades de prática devem preparar diretrizes de Educação Ambiental específica para os próprios locais onde atuam.
8. Nas competições do Esporte Orientação é proibido o uso de sacolas de plástico.
9. A organização deve instalar coletores seletivos de lixo em todas as competições do Esporte Orientação.
10. Adotar a seleção e destinação adequada do lixo como conduta dos atletas em todas as atividades do Esporte Orientação.
Os princípios acima devem ser seguidos por todos os orientistas, pois assim garantiremos o uso futuro de nossas melhores áreas para a prática da orientação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário